ASSEMBLEIA QUE DESTITUIU A QUADRILHA
GARIMPEIROS FAZEM CORDAM DE ISOLAMENTO NA MINA
RANCHO GARIMPEIRO NO CANTEIRO DE OBRAS
GARIMPEIROS COORDENADOS PELAS LIDERANÇAS
ADILTON CARDOSO LER MANIFESTO E APOIA A MANUTENÇÃO DOS GARIMPEIROS NA MINA

AGORA TUDO ACABOU. INTERVENÇÃO MANDA DESLIGAR O BOMBEAMENTO DA MINA E AS GALERIAS COMEÇAM A ENCHER D’AGUA PRA VALER

Escrito por administrador Ligado .

TUNELLLUma das maiores preocupações tanto por parte dos milhares de garimpeiros e até mesmo por parte dos engenheiros e técnicos da falida empresa Colossus, era o cuidado com o bombeamento da mina de Serra Pelada. Os dois lados, sabiam que se parasse por qualquer motivo as bombas, a mina inundaria e todo o trabalho seria jogado por água abaixo.


Há duas semanas, o sistema de bombeamento da mina de Serra Pelada foi desligado por ordem da intervenção. Um geólogo contratado do interventor afirma que ato de desligar o sistema de bombeamento programado para funcionar 24 horas ininterrupta, não vai causar nenhum dano à mina.

Mas, para os engenheiros do mundo inteiro e outros técnicos especializados em minas subterrâneas que entendem do riscado mais do que o tal geólogo de Curionópolis, essa afirmativa não é verdadeira. Os engenheiros classificam o desligamento do sistema de bombeamento da mina de Serra Pelada como um ato irresponsável e criminoso.

O fato é que a água abundante dentro da mina de Serra Pelada jorra com velocidade. Os garimpeiros que hoje seria donos de 100% da rica mina, e que não tomam posse do que é seu por causa de intervenção judicial, podem perder tudo se o sistema não for religado o mais rápido possível. O juiz e o promotor podem ser responsabilizados por isso.

Até novembro do ano passado, a empresa Colossus mesmo já correndo para um processo de completa falência, lutava junto a investidores no Canadá para angariar recursos suficientes com o objetivo de concluir as obras do túnel, bem como para implantar um novo sistema de bombeamento d’água, já que o sistema antigo não estava dando conta do grande volume d’água que se acumulava dentro do túnel, causando desabamentos.

A Colossus não conseguiu dinheiro por causa dos trambiques dados nos fundos de pensão canadense. Desde janeiro deste ano que a Colossus abandonou a mina de Serra Pelada. Por causa disso, dezenas de credores que haviam sidos contratados pela falida Colossus começaram a levar seus equipamentos de superfície.

A conta da Companhia de Energia do Pará deixou de ser paga e por causa disso a empresa energética chegou a interromper o fornecimento. Por alguns dias, o precário sistema foi substituído por um outro mais precário ainda, movido a óleo diesel.

A irresponsável intervenção, chegou a negociar o débito com a CELPA e o sistema foi religado. Porém, a intervenção deu o calote e não pagou os débitos. O interventor alega não ter dinheiro para pagar a conta da luz. O dinheiro referente as taxas de contribuição pagas pelos sofridos sócios da Coomigasp que chega em média a 200 mil, o que daria para pagar a conta da luz, cai na conta de uma desconhecida empresa de nome “Fomento Mercantil”. Um novo trambique que essa intervenção vai ter que explicar.

Enquanto a mina é engolida pelas águas, a intervenção cuida para dar o ultimo golpe. Convocou uma assembleia geral para o próximo dia 10 de agosto com o objetivo de fazer a reforma no estatuto.

A intervenção quer que os garimpeiros autorizem ao intervetor, a negociar e sacar todo o dinheiro da Caixa Econômica referente às sobras do ouro e do paládio extraídos do antigo garimpo de Serra Pelada. O dinheiro seria transferido para o Governo do Estado do Pará com a justificativa de ser aplicado em obras sociais naquele Estado.

A intervenção que completa nove meses na primeira semana de agosto, será novamente revogada por mais seis meses após a assembleia geral. Esse seria o prazo suficiente para que o os apoiadores da intervenção possam botar as mãos nos mais de 600 milhões da Caixa Econômica.

VITAO“Os garimpeiros não tem mais a mina que está enchendo d’água. Não tem mais cooperativa porque a intervenção na deixa. Vamos perder o dinheiro da Caixa se a sociedade aprovar a alteração do Estatuto. E por fim estamos sendo ameaçados de perder a Portaria de Lavra por causa da iniciativa maléfica do deputado Domingos Dutra. Se tudo isso acontecer, não resta mais nada para nós, sofrido povo garimpeiro”, disse ontem Vitor Albarado, presidente eleito da Coomigasp, nas reuniões que vem ocorrendo nas diversas cidades do Maranhão. Hoje pela amnhã, a comitiva de líderes garimpeiros esatará na cidade de Santa Inês.

VEJA O ROTEIRO/ MARANHÃO
01 – SANTA INÊZ..... (Quinta) 31/07/2014 às 10:00 hs.
Responsáveis: Chagas (98) 8249-4153- (Tim)
02 – CODÓ..... (Quinta) 31/07/2014 às 16:00hs.
Responsável: Elias (99) 8129-0835 (Tim)
03 – CAXIAS. (Sexta) 01/08/2014 às 10:00 hs.
Largo São Sebastião/Girafas Bar.
Responsáveis: João Filho (99)8192-5919 (Tim).

REUNIÕES NO TOCANTINS

01 – ARAGUATINS .. (Sábado) 02/08/2014 às 08:00 hs.
José Alves ( Zé Goiano) (63) 9934-2966 – vivo.
Manoel Alves ( Fuscão Preto) (63) 9994-5867 vivo
Zé Moreno. End. No Palmeirão do Luiz Balbino.
02 – ARAGUAÍNA......(sábado) 02/08/2014 – às 16:00 hs.
Lindomar R. dos Santos...(63)9972-6488 vivo/ (63)8103-2310 Tim.
End.Rua Buriti – (Posto Policial) Araguaína Sul.
03 – PALMAS ..(Domingo) 03/08/2014 – às 14:00 hs.
Manoel Rodrigues..... (63) 8107-2262.
Hélio do Correio .....(63) 9292-0849 – claro./

(63)8427-7640 – oi/(63)8483-1612 oi. End. Feira coberta da Oreni (um).

GARIMPEIROS DE IMPERATRIZ FAZEM APELO AO DEPUTADO FEDERAL FRANCISCO ESCÓCIO E PEDEM AJUDA NO COMBATE PELO FIM DA INTERVENÇÃO CONTRA A COOMIGASP

Escrito por ASCOM/ADEPAG Ligado .

chiquinhoUm grupo de 30 garimpeiros de Imperatriz pediu ajuda neste final de semana ao deputado federal Francisco Escócio (PMDB-MA) que interceda a favor dos 38 mil sócios da Coomigasp, a maioria do Maranhão, contra o decreto de intervenção judicial da cooperativa que já dura há nove meses, ato que vem dilapidando o seu patrimônio e impendido que a sociedade garimpeira retome a mina de Serra Pelada como seus legítimos donos.


Os garimpeiros também fizeram um apelo ao deputado Escócio pedindo que intervenha junto ao presidente da Câmara dos Deputados para que seja retirado de tramitação o projeto de Decreto Legislativo de autoria do deputado Domingos Dutra que confisca a Portaria de Lavra da Serra Pelada Companhia de Desenvolvimento Mineral (SPCDM) que hoje pertencem aos garimpeiros após o descumprimento contratual e da falência total da sócia Colossus Mineração.

O decreto legislativo que já foi aprovado pela Comissão de Minas e Energia, se continuar sendo aprovado pelas outras comissões da Câmara dos Deputados e finalmente pelos plenários das duas Casas, toda a luta dos garimpeiros volta a estaca zero. O titulo de concessão ao invés de voltar para a Coomigasp, retornará conforme a legislação para a União.

“É impressionante como esse deputado Domingos Dutra tem a capacidade de enganar o povo em época de eleição. Na eleição de 2010 ele deu um golpe na população ribeirinha de Estreito causando enormes prejuízos àquela população. Agora quer fazer o mesmo com os garimpeiros. Ele é um estelionatário que tem que está é na cadeia”, disse o deputado Francisco Escócio.

Ele afirmou aos garimpeiros de Imperatriz que irá se inteirar do que está ocorrendo nesta intervenção contra a Coomigasp onde um juiz, um promotor e um interventor tentam de todas as formas impedirem que os garimpeiros retomem a sua cooperativa.

“Como deputado federal irei defender os garimpeiros de Serra Pelada , principalmente os que moram no Maranhão por não terem nenhuma condição de lutar contra um esquema claro de usurpação do seu patrimônio”, disso deputado do Maranhão.

Os garimpeiros aproveitaram para convidar Francisco Escócio para participar da reunião que ocorre nesta terça-feira na cidade de Imperatriz, na Rua da Paz, nº 12 – em frente o Hospital Alvorada na Vila Lobão. O deputado Francisco Escócio garantiu que participará da reunião.

VITO presidente eleito da Coomigasp que encerrou no sábado passado a caminhada no estado do Pará estará presente ao lado do líder garimpeiro Amarildo Gonçalves em Imperatriz onde ambos explicarão aos garimpeiros da região sobre a convocação de uma assembleia geral feita pelo interventor marcada para o próximo dia 10 de agosto para fazer alteração do Estatuto Social da Cooperativa.

A convocação do edital para a reforma do Estatuto foi recebida com muita revolta pelos garimpeiros, por se tratar de mais um golpe da intervenção contra a sociedade. A intervenção quer que os garimpeiros abram mão dos 600 milhões de reais depositados na Caixa Econômica referente às sobras do ouro e do paládio do antigo garimpeiro de Serra Pelada, em favor do governo do Estado do Pará. “Se essa assembleia ilegal ocorrer, vamos votar contra tudo que for colocado em votação”, disse Vitor Albarado.

GARIMPEIROS DE BRASILIA VÃO ENTRAR COM PROCESSO CONTRA O INTERVENTOR

Cerca de 150 garimpeiros sócios da Coomigasp que moram no Distrito Federal descobriram que seus nomes não constam na lista de adimplentes, apesar de possuírem comprovantes de quitação. Já outros 40 deles, os nomes nem mesmo aparecem como sócios da cooperativa.

A situação encheu de preocupação os garimpeiros pelo fato de o interventor ter confiscado carteiras de sócios para transferir para as milhares de pessoas estranhas ao quadro social com o objetivo de votar a favor da reforma do estatuto durante a assembleia geral, convocada por ele para o próximo dia 10.

Por causa disso , o líder garimpeiro Silas Freire, cujo número de matricula sumiu do quadro social da cooperativa, está convocando todos os garimpeiros do DF para uma grande reunião marcada para esta quarta-feira, 30/07, as 14:30 no CONIC. No momento, será apresentada uma advogada que vai entrar com recurso na justiça contra o interventor em nome dos garimpeiros prejudicados.

VEJA O ROTEIRO DE REUNIÃO NO MARANHÃO

01 – IMPERATRIZ ...(Terça) 29/07/2014 às 10:00 hs.
- Trav.: Rua da Paz, nº 12 – em frente o Hospital Alvorada(Vila Lobão).
- Responsável: Cícero, (99) 9146-8914(vivo) / Salu (99) 9156-6460

02 – GRAJAÚ.. (Terça) 29/07/2014 às 19:00 hs.
- Rua Marabá, s/n. Bairro da estrema/ Sindicato dos Moto-taxistas.
- Responsável: Edson Galvão. (99) 9168-2261 (vivo).

03 – PRESIDENTE DUTRA ....(Quarta) 30/07/2014 às 10:00hs.
- Sede da Associação da Policia Militar.
- Responsável: Sandoval V. Silva (Louro) (99) 8161-7907 (Tim).

04 – IGARAPÉ GRANDE.... (Quarta) 30/07/2014 às 15:00hs.
- Salão do Sindicato Rural.
- Responsável: Raimundinho Lopes. (99)8113-8449 (Tim).

05¬ - PAULO RAMOS...... (Quarta) 30/07/2014 às 18:00 hs.
- Rua Edson Cunha, nº 117- Centro/Sindicato dos trab. Rurais.
- Responsável: Gedéoniso dos Santos (Gedé) (98) 8249-7077 (tim)

06 – SANTA INÊZ..... (Quinta) 31/07/2014 às 10:00 hs.
- Responsáveis: Chagas (98) 8249-4153- (Tim)

07 – CODÓ..... (Quinta) 31/07/2014 às 16:00hs.
Responsável: Elias (99) 8129-0835 (Tim)

08 – CAXIAS. (Sexta) 01/08/2014 às 10:00 hs.
- Largo São Sebastião/Girafas Bar.
- Responsáveis: João Filho (99)8192-5919 (Tim).